COOPERADO

Home/Notícias

Governo Municipal de Ipanema realizará o 1º Encontro de Cafeicultures

Visando buscar novas alternativas para fortalecer a agricultura local, o Governo Municipal de Ipanema/MG, em parceria com a EMATER, irá realizar no dia 19 de março o Primeiro Encontro de Cafeicultores de Ipanema e região, com o objetivo principal de introduzir o cultivo do café conilon, esclarecendo as principais dúvidas sobre o cultivo e a comercialização do produto. As inscrições serão feitas no local. Para maiores informações procurar a Secretaria Municipal de Agropecuária ou a EMATER. Leia mais e veja a programação definida para o evento.

 

8h – Recepção

9h – Abertura Oficial

10h – Palestra – Tecnologias para o cultivo do Café Conilon – Dr. Romário Gava Ferrão – Pesquisador Incaper e Coordenador de Cafeicultura do Espírito Santo / Moderador: Tarcísio da Soledade de Freitas – EMATER 11h30 – Debate sobre o tema

12h – Almoço

13h – Palestra: Cooperativismo – O melhor caminho para a cafeicultura sustentável – Fernando Romeiro de Cerqueira – Diretor-Presidente Coocafé / Moderador: Márcio Luiz da Gama Oliveira – Agrônomo

14h30 – Debate sobre o tema

15h – Esclarecimentos – Banco do Brasil

15h15 – Esclarecimentos – SICOOB

15h30 – Encerramento

Fique por dentro

A cafeicultura é uma importante atividade do setor agropecuário, que contribui significativamente para a formação da receita cambial brasileira e para o desenvolvimento social e econômico do país, garantindo também a geração de novos postos de trabalho. Diversas variedades de café são produzidas no Brasil, sendo que a conilon corresponde por aproximadamente 30% da produção nacional e 70% da produção capixaba de café. O conilon é uma variedade de clima quente, que deve ser plantado em ambientes com temperaturas médias anuais entre 23ºC e 26ºC. São muitas as áreas aptas ao plantio, mas os estados que têm-se destacados são o Espírito Santo, Rondônia, Bahia, Minas Gerais Mato Grosso e Pará. Seu principal destino é o mercado interno, seja para industrialização como café solúvel ou para compor os blends com o arábica, na indústria do torrado e moído.

Notícias relacionadas

21.02
12 de março tem Pré-assembleia
17.01
Desenvolvimento sustentável: Coocafé segue na cooperação em 2024
29.12
Retrospectiva: gratidão por um ciclo vitorioso
21.12
A força do cooperativismo mineiro

Download feito com sucesso!